Aldeias do Xisto com “expectativa elevada” para a Páscoa

“Em abril, experiências mil” é o mote de uma campanha, com diferentes ofertas e descontos, que pretende atrair mais turistas à região
0
439

As Aldeias do Xisto estão com “expectativa elevada” para o período da Páscoa, altura em que diferentes operadores preparam uma oferta variada e descontos para juntar aos atrativos naturais do território, disse à agência Lusa o coordenador do projeto.

“Temos boas expectativas, até na sequência do que tem sido a procura sustentada das Aldeias do Xisto e nesta Páscoa não será diferente, até porque os nossos parceiros têm-se posicionado de forma a proporcionar experiências, descontos e oportunidades para as pessoas usufruírem, não só dos dias da Páscoa, mas também das férias escolares ou dos restantes dias do mês”, afirma em declarações à agência Lusa Bruno Ramos, coordenador da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto.

Com o mote “em abril, experiências mil”, as ofertas das diferentes unidades estão reunidas numa comunicação que será divulgada nos próximos dias e que apresenta também as diferentes atividades que os visitantes podem realizar neste período em que as Aldeias de Xisto também se vestem com as cores da Primavera.

Segundo Bruno Ramos, há alojamentos que estão a oferecer descontos e promoções especiais (como três noites pelo preço de uma) e operadores que apresentam diversas propostas e atividades que “permitem às pessoas experienciar a vida e as manifestações tradicionais e culturais mais genuínas”.

A título de exemplo, Bruno Ramos apontou a preparação de oficinas gastronómicas, nas quais o visitante poderá aprender a fazer uma tigelada ou queijo fresco de forma tradicional e ainda a cozer pão em forno de lenha.

Além da gastronomia, as propostas também apresentam desafios ligados à descoberta da natureza, com passeios que juntam cascatas, ribeiras e fragas e que podem ser feitos a pé ou de bicicleta.

Bruno Ramos destacou ainda as experiências nas quais as pessoas poderão aprender a construir casas de xisto ou a trabalhar em madeira ou na roda do oleiro.

“No fundo é essa a nossa proposta, desafiar as pessoas a virem ligar-se à matéria, aos sentidos e à natureza”, apontou, sublinhando ainda que uma estadia nas Aldeias do Xisto é uma oportunidade para fazer uma pausa no ritmo acelerado do dia-a-dia.

Comments are closed.