AMCB quer “fileira” que torne lítio numa mais-valia regional

Se houver extracção, quer que seja criada fileira na cadeia de transformação que traga benefícios económicos à região
0
717

A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB), sedeada em Belmonte, pretende que, caso a exploração de lítio se torne uma realidade na região, esta possa ser um factor que traga mais-valias económicas locais e regionais. A tomada de posição foi divulgada após uma reunião do Conselho Consultivo e Assembleia Intermunicipal da AMCB, realizada no passado dia 16.

“A prospecção e exploração de lítio nos municípios da AMCB poderá ser considerada como uma oportunidade económica e financeira para o território. Contudo, deverá ser criada uma “fileira” desta actividade nos municípios da AMCB, por forma a criar valor em toda a cadeia de exploração e transformação do lítio, com reflexo na economia local e regional, o que pressupõe uma identificação das vantagens e desvantagens das mesmas (exploração e transformação) explica, em comunicado, assinado pelo actual líder da AMCB, Rui Ventura (autarca de Pinhel).

Os 13 municípios alertam e propõe “outra definição do modelo e da forma como tem sido conduzido o processo de prospecção e exploração de lítio no território dos municípios associados”, apelam ao diálogo por parte do Ministério do Ambiente, e manifestam a sua “total estranheza quanto ao tempo e modo como o processo está a ser conduzido”. A AMCB manifesta ainda “total desagrado” com a Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) nas áreas com potencial de existência de lítio, propondo que os municípios sejam “parte activa no acompanhamento de todo o processo”, já que em alguns deles a área abrangida “representa perto de 40 por cento da área total do concelho. Daí que, a localização da área de prospecção e exploração de lítio nesses mesmos concelhos deve ser equacionada conjuntamente com os mesmos, no sentido de minimizar o impacto ambiental, económico, turístico e social para o território” defende.

(Notícia completa na edição impressa desta semana)

Comments are closed.