Antigo ubiano e jornalista morre na Roménia atingido por um raio

Fábio Gomes, de 35 anos, era de Gouveia e morou na Covilhã durante vários anos.
0
582

Um raio atingiu no sábado o antigo jornalista Fábio Gomes, de 35 anos, na Roménia, onde residia desde 2015, caindo numa ravina nos Montes Bucegi, de onde só foi resgatado, sem vida, no domingo, 17.

Fábio Gomes, natural de Mangualde da Serra, concelho de Gouveia, residiu na Covilhã, onde se licenciou em Ciências da Comunicação e foi depois jornalista nos semanários O Interior e Fórum Covilhã.

O acidente aconteceu na região da Transilvânia, quando Fábio Gomes, que trabalhava na área das tecnologias, integrava um grupo de 18 pessoas numa expedição organizada por uma empresa, que, segundo órgãos de comunicação romenos, terá ignorados avisos sobre as condições meteorológicas adversas e a possibilidade de trovoadas com descargas eléctricas.

De acordo o site Gundul, a polícia local abriu um inquérito ao caso e a empresa poderá ser acusada de homicídio por negligência.

O gouveense terá ficado a tirar fotografias quando foi atingido pelo raio e caiu. O socorro foi mobilizado, mas as manobras de resgate por helicóptero foram infrutíferas, devido ao vento forte. O corpo só no domingo foi retirado e, segundo o mesmo órgão de comunicação romeno, a operação demorou dez horas.

De acordo com o site noticioso Gundul, Fábio Gomes estaria a preparar-se para subir os Himalaias e estava habituado a percorrer trilhos difíceis.

Um dos passatempos do antigo jornalista era viajar e, entre os vários lugares do mundo que percorreu, esteve no Monte Kilimanjaro.

Comments are closed.