Arrancam as obras na Rua 30 de Junho

Entre Cantar Galo e Vila do Carvalho
0
591

A Câmara da Covilhã anunciou esta semana, na sua página oficial nas redes sociais, que se vai iniciar esta semana a obra de requalificação da rua 30 de Junho (EM 504), no troço entre a Ponte de Cantar Galo e a Capela de São Domingos, em Vila de Carvalho.

“A empreitada vai ter início esta semana e vai decorrer durante um período de oito meses, durante o qual será necessário condicionar ou cortar o trânsito automóvel naquela via, em ambos os sentidos” explica a autarquia.

Segundo a mesma, a intervenção contará com três fases.

A primeira, de duração previsível de 90 dias, decorrerá no troço compreendido entre o Guerreiro Celta, na Ponte de Cantar Galo, até ao cruzamento com a rua Augusto Lopes Teixeira, durante o qual a rua 30 de Junho estará interditada ao trânsito, “excepto a moradores”, processando-se o desvio do trânsito pela rua Augusto Lopes Teixeira.

A segunda fase, que também deve durar cerca de 90 dias, decorrerá no troço compreendido entre o cruzamento com a rua Augusto Lopes Teixeira e o cruzamento com a rua das Figueiras. Também neste caso, a rua 30 de Junho ficará interditada ao trânsito, exceptuando os moradores, com o desvio de trânsito a ser feito pela rua das Figueiras.

Já a terceira fase tem uma duração previsível mais curta (60 dias) e decorrerá no troço compreendido entre o cruzamento com a rua das Figueiras e a Capela de São Domingos. “A rua 30 de Junho ficará com o trânsito condicionado, sendo este processado de forma alternada por uma única faixa de rodagem, em ambos os sentidos, sendo controlado com recurso a sinalização provisória” explica a autarquia covilhanense.

Durante todo o período de duração dos trabalhos estará instalada sinalização de trânsito provisória, incluindo a indicação dos desvios alternativos.

Recorde-se que esta era uma obra há muito reclamada pelas gentes de Cantar Galo e Vila do Carvalho. Em Abril de 2021, o presidente desta união de freguesias, Pedro Leitão, dizia ao NC que as obras mais prementes eram “estradas, estradas, estradas” e que esperava que até ao final do mandato anterior a Câmara da Covilhã cumprisse a promessa de, “pelo menos”, requalificar a Estrada 30 de Junho, que liga as duas localidades.

(Notícia completa na edição papel desta semana)

Comments are closed.