Autarquia aprova novo concurso público para assegurar transportes urbanos

Procedimento tem valor de 750 mil euros e a duração de seis meses
0
215

Depois de ter recorrido aos três ajustes directos que a lei permite, a Câmara da Covilhã aprovou na reunião pública de segunda-feira, 6, a abertura de um concurso público internacional, no valor de 750 mil euros, para assegurar nos próximos seis meses os transportes públicos urbanos na Grande Covilhã, até a concessão do futuro Sistema de Mobilidade estar aprovada.

O município aguarda o visto do Tribunal de Contas e Vítor Pereira, presidente da autarquia, explicou, sem pormenorizar, que o processo esteve “muito tempo” na entidade reguladora.

O autarca acalenta “a esperança” que a futura concessão do Sistema de Mobilidade “entre em vigor no início do próximo ano”, embora tenha acrescentado que “é uma variável que não depende apenas” do município e mostrou-se preparado para prestar todos os pedidos de esclarecimento solicitados.

“Temos aqui uma dificuldade, que é uma dificuldade que tem reflexos financeiros, na medida em que atrasámos a entrada em funcionamento da concessão que desejamos há muito tempo”, frisou Vítor Pereira, quando questionado sobre o assunto.

Segundo o autarca, o Tribunal de Contas solicitou “esclarecimentos importantes que estão a ser analisados”.

“Nós estamos bem assessorados, temos uma assessoria técnica de elevada qualidade a dar-lhes o apoio necessário, mas isto leva o seu tempo”, referiu.

A Transdev é a empresa vencedora do concurso de concessão do Sistema de Mobilidade do concelho, anunciou a Câmara da Covilhã há um ano. O contrato tem a duração de dez anos e o valor de 9,2 milhões de euros, pagando o município nos primeiros dois anos 1,52 milhões de euros e 950 mil nos restantes oito.

Em Novembro de 2020, a autarquia aprovou por maioria o alargamento do prazo para o concurso de concessão do Sistema de Mobilidade do concelho e aumentou o valor base, de oito milhões para 9,2 milhões de euros por dez anos de contrato, 1,2 milhões acima do inicialmente previsto.

Estacionamento gratuito por mais seis meses

Os lugares de estacionamento pago na Covilhã vão continuar a ser gratuitos por mais seis meses, uma vez que o município continua a aguardar a entrada em funcionamento do futuro Sistema de Mobilidade, que vai abranger os silos e os lugares taxados á superfície.

O presidente do município, Vítor Pereira, informou na segunda-feira que “esse assunto está a ser analisado no Departamento de Finanças” e adiantou que o prolongamento da medida é para avançar.

Elevadores estão em manutenção para entrarem em funcionamento “muito brevemente”

Os elevadores e funicular da cidade vão integrar o futuro Sistema de Mobilidade da Covilhã mas, como ainda não há data para o início da entrada em funcionamento da concessão, o município contratou uma empresa para fazer a manutenção desses equipamentos, para entrarem em funcionamento “muito brevemente”.

“Não sabemos se a intervenção leva um mês, dois, três meses. Estão todos a ser objeto de manutenção”, disse o presidente da autarquia, Vítor Pereira.

Alguns dos equipamentos encontravam-se avariados na altura. Os restantes deixaram de funcionar em Março de 2020, devido à pandemia provocada pela covid-19, por motivos sanitários, tendo a autarquia optado por manter os ascensores encerrados até à data.

 

Comments are closed.