Autarquia quer evitar consumo de papel

Serviço de urbanismo aposta na desmaterialização
0
132

O Serviço de Urbanismo da Câmara Municipal da Covilhã está a reforçar a aposta na desmaterialização. “O objectivo é aumentar a transparência e a acessibilidade dos serviços e ao mesmo tempo, evitar o consumo de papel, diminuindo a pegada ecológica do município” garante a autarquia covilhanense em comunicado.

Segundo a mesma, desde Janeiro de 2021 que todos os processos de licenciamentos urbanísticos são tratados digitalmente via Balcão Único e “em breve” poderão também ser submetidos, via WEB, à Câmara Municipal.  “No Geoportal da página electrónica do Município, todos os cidadãos podem, agora, consultar e fazer download dos alvarás de loteamentos e documentos anexos (plantas de síntese e de cedência, regulamentos e estudos de fachadas etc) emitidos desde 1984 (ano em que passou a ser obrigatória a emissão dos alvarás) até hoje” garante a Câmara da Covilhã.

Para o vice-presidente da Câmara da Covilhã, José Armando Serra dos Reis, citado no documento, o processo de desmaterialização “vai aproximar o serviço das pessoas e simplificar procedimentos, melhorando desta forma a resposta aos cidadãos”.

Comments are closed.

Mais Notícias