Belmonte ambiciona ter nova zona empresarial

Objectivo apontado nas comemorações do Dia do Concelho
1
551

A Câmara de Belmonte pretende dar início a uma nova zona empresarial e já apresentou candidatura a apoios europeus para dar luz a essa ambição. O anúncio foi feito na passada segunda-feira, 26, Dia do Concelho, na sessão solene comemorativa, numa mensagem online deixada pela ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, com quem Dias Rocha reúne na próxima segunda-feira, 3.

A governante, que disse que Belmonte “dispensa apresentações”, lembrou as potencialidades que o Interior tem, que ficaram mais à vista em tempos de pandemia, com muita gente a fugir dos grandes centros para a “segurança, tranquilidade e qualidade de vida do Interior, que outros não têm”, e mostrou toda a disponibilidade para apoiar projectos que sirvam para desenvolver o concelho belmontense, entre os quais “um novo parque empresarial”.

Dias Rocha, momentos depois, confirmou que esse é um dos projectos de futuro. O autarca lembrou que, no presente, ainda há que despender verbas para fazer face à pandemia, que “roubou” dois anos de trabalho, mas garantiu que o executivo tem trabalhado no futuro, enumerando um conjunto de realizações previstas para os próximos anos. Entre elas, arranjos urbanísticos, nomeadamente nos núcleos mais históricos de Belmonte e Caria, a conclusão da requalificação da Rua Pedro Álvares Cabral, uma intervenção “mais profunda” na rede viária que serve o concelho, a construção de um jardim público e zona de lazer em Caria, aposta no parque habitacional, a modernização do Centro Escolar de Belmonte, a conclusão das obras no edifício dos Paços do Concelho, a construção do Centro Interpretativo de Centum Cellas e a criação de uma “nova área de acolhimento empresarial”. O autarca anunciou ainda a aquisição de dois autocarros para criar uma rede municipal de transportes, tudo “grandes desafios que temos pela frente”, mas em que mostra confiança. Até porque, diz, a história mostra que “a seguir a anos de regressão, seguem-se momentos de expansão”.

(Notícia completa na edição papel)