Café do “Zequinha” é estabelecimento de interesse histórico

O executivo da Câmara de Belmonte aprovou o reconhecimento de interesse histórico do estabelecimento, que fica bem no centro da vila
0
320

O executivo da Câmara de Belmonte aprovou na passada quinta-feira, 26 de Agosto, o reconhecimento de interesse histórico ao estabelecimento de José dos Santos Costa, o tradicionalmente conhecido café do “Zequinha”, que fica em frente à estátua do navegador Pedro Álvares Cabral, bem no centro da vila.

Em Julho, o executivo já tinha sido confrontado com a possibilidade de fecho do café face a problemas estruturais do edifício. Os donos do café pagam renda ao proprietário do edifício e não estarão interessados em sair. Agora, solicitaram à autarquia o reconhecimento como um local de interesse histórico e cultural por onde passaram praticamente todos os chefes de Estado ou primeiros-ministros de Portugal, aquando de visitas à vila.

“Sem pensar na lei, reconheço que este café merece. Desde 1963, quando a estátua foi ali colocada, que existe a tradição de tomar o café no “Zequinha” sempre que há comemorações, como as das festas do concelho. Já várias gerações por ali passaram e, sinceramente, este reconhecimento não me choca. Não temos regulamento, mas atribuir este título é merecido e até devido há algum tempo” justifica António Dias Rocha.

Também o vereador Luís António Almeida frisa que, com ou sem regulamento, a classificação “já deveria ter sido feita, pois trata-se de uma referência de Belmonte” aponta.

Comments are closed.