Campeões do Mundo de futsal com sotaque beirão

Portugal sagrou-se no passado domingo campeão mundial de futsal, com um staff (entre atletas, técnicos ou massagistas) de grande “sotaque” beirão
0
209

De facto, a começar logo pelo seleccionador, Jorge Braz, há ligações à região, já que o seu pai era de Silvares, onde após o apito final do jogo entre Portugal e Argentina (vitória lusa por 2-1) se ouviram foguetes. Também José Luís Mendes, adjunto de Braz, e o enfermeiro António Fonseca têm raízes beirãs (ambos com fortes ligações ao Tortosendo). E há ainda no staff Bruno Travassos, natural de Coimbra, mas que vive actualmente na Covilhã, sendo professor e investigador na UBI.

Além destes, indirectamente ligados à região vários atletas, em especial, à Desportiva do Fundão (que tanto José Luís Mendes como Bruno Travassos já treinaram). Erick Mendonça, Pany Varela, André Sousa e Pauleta passaram, em períodos diferentes, pela Desportiva, onde deram nas vistas, sendo que três deles estão no campeão nacional e europeu Sporting, de onde na época passada saiu André Sousa rumo ao Benfica.

Texto completo na edição papel do NC.

Comments are closed.