Campo Maia Campos será comprado pela Câmara da Covilhã

Presidente da Câmara assinou neste sexta-feira contrato de promessa de compra da área, no Teixoso, pelo valor de 175 mil euros
1
433

O presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, e herdeiros da família Maia Campos assinaram nesta sexta-feira, 3, uma promessa de compra e venda do terreno onde se localiza um campo de futebol utilizado pelo Grupo Desportivo Teixosense. A Câmara vai repassar os direitos de utilização para o clube, que pretende instalar um relvado sintético no local. O próximo passo é a aprovação do contrato em sessão do executivo municipal.

A Câmara vai investir 175 mil euros na compra, sendo que um sinal de 20 mil já foi entregue no ato da assinatura do contrato. Um longo diferendo entre os herdeiros da área e o Teixosense, que durou 20 anos, está perto de chegar ao fim. “Foi uma saga para todos. Como teixosense, era uma aspiração muito antiga e agora chegamos a um bom porto”, comemorou o presidente da Câmara, Vítor Pereira.

O campo de jogos Maia Campos foi cedido há 53 anos para o clube. No dia 8 de Dezembro de 1968, o campo foi inaugurado com uma partida de futebol entre o Teixoso e o Sporting da Covilhã, para um público presente de quatro mil pessoas. Também foram disputadas provas de atletismo. O campo foi cedido ao clube pela família Campos Maia por um pagamento simbólico anual de cinco escudos.

Com a assinatura do contrato de promessa de compra, a Câmara determinou que a área, de 32 metros quadrados, tenha a escritura emitida no máximo até o dia 22 de Fevereiro de 2022. “Era uma velha aspiração do clube e dos moradores, já que foram feitos investimento ao longo dos anos na melhoria do campo, tanto por parte do clube quanto da freguesia e da câmara”, explica Vítor Pereira.