Carlos Pinto reeleito na RUDE

Lidera associação de desenvolvimento rural até 2023
0
477

O ex-presidente da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto, hoje vereador da oposição no executivo covilhanense, foi reeleito, no passado dia 8, como presidente da direcção da RUDE- Associação de Desenvolvimento Rural.

A associação elegeu os novos órgãos sociais para o quadriénio 2020-2023, com Carlos Pinto a manter a liderança da direcção, a Câmara Municipal de Belmonte a liderar o Conselho Fiscal e a Câmara do Fundão a ficar à frente da Assembleia Geral.

Na Assembleia Geral foi apresentado um relatório sobre a actividade da RUDE, com particular incidência no que respeita às suas funções de gestão do Grupo de Acção Local e à implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local Cova da Beira 2020.

Segundo a RUDE, O instrumento de apoio ao desenvolvimento local Cova da Beira 2020 fechou o ano de 2019 com uma taxa de compromisso de 74 por cento e uma taxa de execução financeira de 18 por cento. “Estes valores colocam o GAL Cova da Beira 2020 como um dos principais executores nacionais da abordagem territorial de Desenvolvimento Local de Base Comunitária” assegura a associação de desenvolvimento, em comunicado.

Relativamente às contas da associação, o exercício económico de 2019 apresentou “um saldo líquido positivo no valor de 10.889,98 euros, tendo sido aprovado por unanimidade o Relatório de Gestão e Contas” assegura a RUDE.

No que toca aos órgãos sociais, Carlos Pinto está à frente de uma direcção que integra ainda os nomes de João Morgado, Rui Amaro e Arménio Matias. Na assembleia, além da autarquia do Fundão, figuram Hugo Brancal e Jorge Ramos. No Conselho Fiscal, está a Câmara de Belmonte, David Silva e Pedro Miguel das Neves.

Comments are closed.