Casos de violência doméstica transformados em espectáculo para alertar a sociedade

No palco do Teatro das Beiras, quinta e sexta-feira
0
104

As experiências traumáticas de cerca de 30 mulheres vítimas de violência doméstica que participaram em oficinas de escrita de narrativas autobiográficas deram origem ao espectáculo “Rasgar Silêncios”, apresentado esta quinta-feira, às 21h30, e sexta-feira, às 11:00 e 15:00, no Teatro das Beiras.

“São histórias reais, são histórias vividas, da nossa comunidade”, sublinhou a responsável da Coolabora, Graça Rojão, que olha opara o espectáculo performativo como uma acção de sensibilização e um alerta.

A directora artística da peça, Sílvia Ferreira, vincou terem sido trabalhados textos de mulheres sobreviventes de violência doméstica que reflictam uma pluralidade de casos, para plasmar a diversidade das situações de violência doméstica, um problema que “não tem classe, não tem escolaridade, não tem idade”, transversal na sociedade.

“É um espectáculo de alerta, que queremos que crie impacto e gere empatia, para cada um de nós estar alerta para estas situações”, enfatizou Sílvia Ferreira.

Entre as histórias recolhidas, alteradas o suficiente para proteger a identidade das autoras dos textos, procurou-se seleccionar textos que identificam “as diferentes formas de violência”.

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.