Castelo Branco com orçamento de 66 milhões

Sector social é prioritário
0
454

A Câmara de Castelo Branco aprovou na passada semana, por maioria, um orçamento no valor de 66 milhões de euros para 2022, mais seis milhões de euros face ao actual.

“Entendemos que é o orçamento possível dentro do tempo que tivemos para o elaborar e tendo em conta as condicionantes dos compromissos já assumidos”, afirma o presidente da Câmara de Castelo Branco, Leopoldo Rodrigues.

O orçamento foi aprovado, por maioria, em reunião privada do executivo, com três abstenções dos vereadores do Sempre e os votos favoráveis do PS e do PSD, tendo agora que ser votado pela Assembleia Municipal de Castelo Branco. O orçamento para 2022 ultrapassa ligeiramente os 66 milhões de euros e, segundo o autarca socialista, as medidas sociais plasmadas no documento, “resultam dos compromissos eleitorais assumidos pelo PS e pelo PSD que foram trabalhados em conjunto”.

Leopoldo Rodrigues sublinha que este é um orçamento que tem “alguma especificidade”, nomeadamente, “cerca de 21 milhões de euros de despesa cabimentada e comprometida referente a 2021”.

Em termos de prioridades, o sector social assume destaque, desde logo com a devolução de 2,5% do IRS aos contribuintes, uma medida que entra em vigor em 2022 mas que só se irá reflectir nos bolsos dos albicastrenses no ano seguinte. As medidas de apoio à fixação de jovens no concelho de Castelo Branco são outras das prioridades do executivo.

(Notícia completa na edição papel desta semana)

Comments are closed.