Castelo Branco quer IC31 com perfil de auto-estrada

Moção aprovada por maioria na Assembleia Municipal. Perfil previsto para a via causa desagrado, pelo que se pede uma obra que venha a ser estruturante para a região
0
245

A Assembleia Municipal de Castelo Branco aprovou na passada quinta-feira, 30 de Dezembro, por maioria, uma moção solicitando ao Governo português a construção do IC31, ligação entre a A23 e a fronteira de Termas de Monfortinho, em perfil de auto-estrada.

A moção, subscrita pelo Sempre – Movimento Independente e pelo Chega, propõe ao presidente da Assembleia Municipal de Castelo Branco, Jorge Neves, que faça chegar ao Governo, o “descontentamento gerado na nossa comunidade, causado pelo anúncio do perfil previsto para o IC31”. O documento pede a Jorge Neves que solicite ao Governo “a revisão do perfil previsto para o IC31, transformando o mesmo em perfil de auto-estrada”.

A Infraestruturas de Portugal (IP) lançou, no início de Dezembro, um concurso público para a elaboração do projecto de execução do IC31 entre Castelo Branco e Monfortinho, pelo preço base de 1,8 milhões de euros. O projectado IC (itinerário complementar) 31 pretende ligar a A23, na zona de Alcains (Castelo Branco), à fronteira com Espanha, nas Termas de Monfortinho (Idanha-a-Nova), e será constituído por dois troços distintos, assegurando-se um perfil transversal cuja largura da faixa de rodagem se mantém em toda a sua extensão.

Segundo os subscritores da moção, há muitos anos que Castelo Branco ambiciona uma ligação entre a A23 e a EX-A1 da Estremadura espanhola, uma obra estruturante para o desenvolvimento de Castelo Branco, do distrito, da região Centro e até mesmo do País no seu todo. “Para cumprir plenamente o seu objectivo, esta ligação rodoviária, mais conhecida como IC31, sempre foi vista e prometida como perfil de auto-estrada”, sustentam. Contudo, o recente anúncio do perfil desta ligação, “causou enorme decepção em todos os albicastrenses, pois não espelha o perfil de auto-estrada”, mencionando apenas duas faixas, em dois troços distintos, um novo e outro assente na requalificação de uma estrada já existente, a EN239.

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.