Cestaria Lab apresentado na Casa da Cereja de Alcongosta

“Anda fazer uma cesta”, convida a autarquia, que apresenta o projecto na tarde de sábado
0
334

Reactivar e valorizar a produção de cestaria na Serra da Gardunha é o objectivo da criação do Projecto Cestaria Lab, em Alcongosta, concelho do Fundão, localidade onde o artesanato em verga de castanho e em esparto foi um dos pilares da economia. A iniciativa é apresentada sábado, dia 14, às 15:00, na Casa da Cereja.

“Este projecto promovido pelo Município do Fundão pretende reactivar e valorizar a produção de cestaria de castanho na Serra da Gardunha, assim como fomentar a utilização das tecnologias de fabricação digital e dos processos de design como ferramentas de apoio e valorização da produção artesanal”, explica a autarquia liderada por Paulo Fernandes, em comunicado.

No Cestaria Lab vai ser possível fazer formação em cestaria, esparto e vassouras de milho.

Os interessados em aprenderem a fazer uma cesta são convidados a deslocarem-se na tarde de sábado à Casa da Cereja, em Alcongosta, onde podem ter contacto com as ferramentas, processos, matérias-primas e conhecimento sobre como trabalhar a verga de castanho.

O processo de fabrico passa pelo corte e preparação da madeira, que implica a sua conservação, refogar e descascar, aparar e seleccionar as varas. Segue-se a construção da cesta, começando por entrelaçar as varas para rendilhar o fundo, depois as partes laterais e os acabamentos, como os remates e as asas.

Alcongosta, freguesia com uma forte ligação à produção de cereja, tinha até há poucas décadas como um dos principais motores da economia a produção de cestas e cestos, ainda hoje utilizados na apanha da fruta, com dezenas de oficinas espalhadas por toda a localidade.

Sem se ter feito a renovação geracional, restam na aldeia poucos cesteiros.

 

Comments are closed.