Chumbo das contas da Câmara foi “revanche” política

1
134

O presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho, acusa os vereadores da oposição, os social-democratas António Cardoso e José Manuel Biscaia, e a agora vereadora independente Célia Morais, de quererem “bloquear o desenvolvimento de Manteigas”, depois de, no passado mês de Junho, em reunião do executivo, terem chumbado as contas da autarquia.

As contas apenas tiveram aval positivo do próprio presidente de Câmara, o socialista Esmeraldo Carvalhinho, com a vereadora independente, Irene Leitão, a abster-se. Os dois vereadores do PSD votaram contra, bem como a vice-presidente da Câmara, Célia Morais, eleita nas listas do PS, mas a quem foram retirados pelouros após de incompatibilizar com o autarca. Aliás, Célia Morais já anunciou a sua candidatura à Câmara pelo Nós Cidadãos, no próximo dia 26 de Setembro.

Mais informações na edição impressa do NC.