Cinco covilhanenses nos Jogos Olímpicos de Inverno

Pela primeira vez, um covilhanense, Ricardo Brancal, participa na mais importante competição desportiva. Dos nove elementos da comitiva portuguesa, cinco são da Covilhã
0
3927

Os Jogos Olímpicos de Inverno, que começam amanhã, em Pequim, contam com uma representação de três atletas portugueses, um deles natural da Covilhã, Ricardo Brancal, mas na comitiva lusa, entre as nove pessoas que veste(m as cores nacionais, cinco são covilhanenses.

Ricardo Brancal, no esqui alpino, é o primeiro covilhanense a estar presente nos Jogos Olímpicos e espera inspirar outros atletas da região. Pela terceira vez, depois das presenças em Sochi2014 e PyeongChang2018, foram chamados o chefe de missão, Pedro Farromba, o adjunto e vice-presidente da Federação de Desportos de Inverno, Pedro Flávio, e o seleccionador nacional de esqui, Sérgio Figueiredo, a que se juntou o fisioterapeuta e estreante Tiago Rosa.

“Participar no maior evento desportivo mundial é, sem qualquer dúvida, uma experiência única. Fazê-lo acompanhado por mais quatro covilhanenses, sendo um deles um atleta cujo percurso acompanhei desde muito cedo, é um orgulho ainda maior”, disse ao NC Pedro Flávio, antigo campeão nacional de esqui alpino e ex-atleta internacional da modalidade.

O chefe de missão, Pedro Farromba, considera que “todos os covilhanenses devem ficar orgulhosos por terem um filho da terra atleta olímpico”. A Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP) tem a sede na Covilhã o dirigente entende que a proximidade à Serra da Estrela teve influência na aproximação aos desportos praticados na neve.

“Nós todos nascemos com uma paixão muito grande pela neve ou, pelo menos, com este sentimento de proximidade. Corre-nos no sangue esta paixão pelo frio e pelo Imaginário de podermos desfrutar da neve. Acho que é uma característica intrínseca dos covilhanenses o gosto pela neve”, salienta Pedro Farromba.

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.