CNE ordena a Vítor Pereira que apague conteúdos do Facebook da Câmara da Covilhã

Em causa vídeo publicado na página do município que, segundo o CNE, “extravasa largamente” o carácter informativo. Candidato do PS à Câmara recorre da decisão
1
609

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) ordenou ao presidente da Câmara da Covilhã e recandidato pelo PS, Vítor Pereira, que proceda à remoção de conteúdos de publicidade institucional do Facebook do município, decisão da qual o visado promete recorrer.

A decisão da CNE, datada de dia 17, dá o prazo de 48 horas ao autarca para apagar os conteúdos e surge no seguimento de uma queixa que foi apresentada por um representante da candidatura “Juntos Fazemos Melhor”, encabeçada por Pedro Farromba, e que emitiu um comunicado para tornar pública a decisão.

A queixa em questão apontava um vídeo publicado no dia 09 de Julho, na página da internet e na rede social do Facebook do município da Covilhã, com o título “Acessibilidade Inclusiva”.

Após análise do conteúdo, a CNE concluiu que se “trata de uma publicação cujo conteúdo extravasa largamente o carácter meramente informativo, não sendo de todo imprescindível à sua fruição pelos cidadãos, nem essencial à concretização das suas atribuições, numa situação de grave necessidade”.

Leia o texto completo na edição de papel do NC.