Coligação PSD/CDS apresenta candidatos à Covilhã em Janeiro

Em comunicado conjunto, os dois partidos, que vão concorrer juntos às autárquicas do próximo ano, prometem apresentar em Janeiro “duas personalidades reconhecidas” para liderarem listas à Câmara e Assembleia
0
757

As concelhias do PSD e CDS/PP da Covilhã anunciaram na segunda-feira, 21, em comunicado conjunto, que irão em Janeiro apresentar “duas personalidades reconhecidas pelos covilhanenses” para liderarem as listas à Câmara e Assembleia Municipal, numas autárquicas do próximo ano em que os partidos irão concorrer coligados.

Desta feita, porém, o documento, subscrito por Luís Santos (PSD) e João Vasco Caldeira (CDS) não é assinado por nenhum responsável pelo movimento independente “De Novo Covilhã”, quando em Setembro os dois partidos e este movimento tinham anunciado terem chegado a um acordo de princípio para, os três, apresentarem uma “solução política” conjunta nas autárquicas de 2021.

Agora, no documento enviado ao NC, as duas concelhias reafirmam a vontade de protagonizarem uma “alternativa capaz de vencer” as próximas autárquicas, que “deve ser alargada às forças políticas e partidárias que igualmente sentem a premência de alterar o actual estado de calamidade política e governativa que a Covilhã e os covilhanenses vêm sofrendo desde 2013”, prometendo iniciar já esses contactos. Segundo os dois partidos, a Covilhã “não tem tempo a perder” e a alternativa deve ser protagonizada por personalidades “com reconhecida experiência política e autárquica, aliada a um perfil reconhecidamente competente, dinâmico, experiente e agregador, que se identifique com uma visão e estratégia suprapartidária”. Por isso, PSD e CDS/PP acordaram em apresentar, encabeçando as listas à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal, “duas personalidades reconhecidas pelos covilhanenses como sendo políticos capazes de, em pouco tempo, fazer a imediata mudança de que precisamos.” Uma apresentação que decorrerá já no próximo mês de Janeiro, de modo a que “os meses seguintes sejam de intenso trabalho na construção do melhor programa e da melhor equipa para recuperar o tempo que Covilhã perdeu.”

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.