Covid-19 leva ao cancelamento das Marchas

Iniciativa estava prevista para os dias 13 e 20 de junho e contava com seis grupos participantes
0
377

As Marchas Populares da Covilhã deste ano, previstas para os dias 13 e 20 de Junho, foram canceladas, devido à pandemia do novo coronavírus. A decisão foi tomada na terça-feira, 31, adiantou ao NC o presidente do município, Vítor Pereira, após uma reunião com as associações envolvidas.

De acordo com o autarca “houve um consenso generalizado” entre os dirigentes associativos que participaram no encontro. Vítor Pereira realça que as Marchas Populares da Covilhã, “fora do calendário normal, perderiam o impacto”. O autarca covilhanense salienta existir “uma impossibilidade de organizar os preparativos” e considera a decisão “sensata”.

José Miguel Oliveira, vereador com o pelouro do Associativismo, destaca também a dificuldade dos participantes em montarem toda a estrutura necessária numa altura em que se pede à população recolhimento, para evitar a propagação da covid-19. “Foi uma decisão unânime. É uma iniciativa que requer ensaios, preparação e aglomeração de pessoas numa altura em que se pede reclusão”, sublinha.

Comments are closed.