Covilhã já está na Rede das Cidades Criativas da UNESCO

1
350

A Covilhã é, a par de Santa Maria da Feira, está entre as 49 novas entradas na Rede das Cidades Criativas da UNESCO, anunciou na segunda-feira, 8, a directora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Audrey Azoulay.

A escolha deste conjunto de cidades – que inclui ainda, no Brasil, Campina Grande e Recife – resulta do “reconhecimento do seu compromisso em colocar a cultura e a criatividade no centro do desenvolvimento e partilha de conhecimento e boas práticas”, indicou um comunicado da UNESCO.

Criada em 2004, a Rede das Cidades Criativas (Creative Cities Network, UCCN na sigla em inglês), engloba actualmente 295 cidades em 90 países que estão a investir na cultura e na criatividade – nas áreas de artesanato e arte popular, design, cinema, gastronomia, literatura, artes de ´media´ e música – para ter impacto no desenvolvimento urbano sustentado.

“É preciso desenvolver um novo modelo urbano em cada cidade, em conjunto com os seus arquitectos, urbanistas, arquitectos paisagistas e cidadãos”, sublinha a directora-geral da UNESCO, acrescentando que aquela organização está a apelar a toda a gente para que “trabalhem com os governos para reforçar a cooperação internacional entre cidades que a UNESCO quer promover”.

Texto completo na edição papel do NC.