Criada nova linha de apoio social na Covilhã

Para combater isolamento em tempos de pandemia
0
278

“Alguém que lhes faça compras. Ou apenas fale com eles. No fundo, interacção.” É este o objectivo, segundo a vereadora da Câmara da Covilhã, Regina Gouveia, da nova linha telefónica de apoio social, de proximidade, criada pela autarquia, em colaboração com o Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS.4G.Covilhã). Com a intenção de minimizar o impacto da crise pandémica, sobretudo junto da população mais vulnerável.

Esta linha “tem uma abrangência diferente, das que já existem, nomeadamente para apoio psicológico”, explica Regina Gouveia, frisando que esta “está relacionada com vulnerabilidades mas sem saber ao certo qual o tipo de ajuda que a pessoa necessita, servindo como triagem” sustenta a vereadora com o pelouro da acção social.
Será direccionada para “idosos e pessoas em situação de isolamento ou maior fragilidade” e o objectivo essencial “prende-se com atenuar os sentimentos de solidão, abandono, angústia e desespero, garantindo também o apoio na aquisição de bens essenciais e/ou na realização de outras tarefas identificadas como fundamentais”.
A linha servirá também para sinalizar esses casos de isolamento, a vereadora pede mesmo a vizinhos, e amigos que “denunciem estas situações” para que se “faça uma triagem e as situações sejam encaminhadas para outros serviços, se necessário”.
“É fundamental a colaboração de todos, para que ninguém fique sozinho quando mais precisar”, sustenta a vereadora.
O atendimento telefónico é prestado por uma equipa multidisciplinar de profissionais do Centro de Ativ’Idades (CAI) e do CLDS, através dos números 275 330 656 e 275 330 657. A linha é gratuita, estando garantida a confidencialidade da informação relativa a todos os que recorram a este serviço.

Comments are closed.