Cuidados Continuados avançam na Covilhã

Santa Casa deve iniciar obra em 2021
0
451

A Santa Casa da Misericórdia da Covilhã espera iniciar, em 2021, as obras de construção de uma nova Unidade de Cuidados Continuados, num terreno seu, na zona do Ribeiro Negro, Refúgio.

No passado dia 22, a instituição promoveu uma reunião de trabalho com as diversas entidades envolvidas no projecto (Câmara, CHUCB e ARS), para aquilatar os passos a dar para “alcançar o objectivo comum de prestar um serviço inovador aos residentes na Covilhã e na região” frisa a Santa Casa, em comunicado. Vincando não ser, meramente, um projecto seu, mas um projecto missão que “deve ser encarado como um todo nacional, mobilizador de pessoas e instituições, muito importante e benéfico para a comunidade da Covilhã (e para a região), que a Santa Casa da Misericórdia da Covilhã se compromete operacionalizar.”

Segundo a Misericórdia, esta nova infra-estrutura destinada ao tratamento de pessoas, em situação de dependência, representa uma parceria e cooperação entre saúde e solidariedade, “não sendo apenas mais um projecto assumido pela Misericórdia da Covilhã, mas sim e, sobretudo, uma resposta conjunta entre o sector público e privado, que aposta num serviço cuidado e humanizado a cada utente.”

O que se prevê é a construção, de raiz, de um edifício na periferia da cidade que irá prestar cuidados sociais e de saúde a 30 utentes em cuidados de convalescença e outros 30 utentes em cuidados de média duração/reabilitação. “Esta unidade irá agregar as duas tipologias, através da partilha do mesmo edifício e em conformidade com todos os requisitos legais em matéria de instalações. No total, serão 60 camas distribuídas por duas alas constituídas por 10 quartos individuais e 10 quartos duplos, com diversas valências como ginásio, salas de Terapia da Fala e de Terapia Ocupacional, farmácia, salas de apoio de diferentes actividades e de trabalho da equipa técnica multidisciplinar. Tratando-se de uma intervenção que se pretende de elevada qualidade, contará com um corpo multidisciplinar de profissionais e que irá reflectir a criação de mais de 70 novos postos de trabalho” assegura a Santa Casa da Misericórdia da Covilhã.

Comments are closed.