Dias Rocha coloca nas mãos dos militantes possível recandidatura

Só depois desta Pascoa irá tratar de ouvir militantes
0
343

“Vamos ver. Quero ouvi-los”. O presidente da Câmara de Belmonte, António Dias Rocha, mantém silêncio quanto a uma possível recandidatura ao cargo nas próximas autárquicas, e assegura que tal decisão, que deverá ser tomada após esta Páscoa, dependerá muito do que os militantes do PS, no concelho, quiserem.

“Depois da Páscoa vamos reunir com os militantes. Vamos ver. Quero ouvi-los. A decisão será sempre dos militantes” frisa o autarca.

Em Fevereiro, Dias Rocha dizia ser ainda muito cedo para pensar no tema, mas colocava uma condição para poder avançar para um terceiro e último mandato: estar bem de saúde. “Havia uma condição que eu colocava para me recandidatar ou não, que era ter saúde. Felizmente Deus tem-me ajudado, eu tenho saúde, mas há outras coisas para ponderar” frisava então.

Dias Rocha reafirma, contudo, que existem uma “série de coisas que gostava de ter feito”, num mandato complicado, face à pandemia, em que “nos últimos dois anos não nos deixou” avançar com alguns projectos. Já em Fevereiro o autarca dizia que “estes dois anos vão ser praticamente desperdiçados para fazer aquilo que havia para fazer, e que achávamos que era importante fazer para o bem-estar das nossas populações e para o desenvolvimento do município de Belmonte”.

Comments are closed.