Diocese celebra protocolo com Câmara de Almeida

Objectivo é criar condições de acolhimento a jovens que venham, em 2023, à Jornada Mundial da Juventude
1
199

No passado dia 2 de Julho, data em que o Município de Almeida celebrou o seu dia, a Diocese da Guarda, no âmbito da Jornada Mundial da Juventude, celebrou com aquela autarquia um protocolo de cooperação com o objectivo de criar condições para o acolhimento aos participantes do grande evento, que ocorrerá em Lisboa.

Almeida, município em que a fronteira de Vilar Formoso constitui, por si só, um ponto de passagem para muitos dos jovens que vão peregrinar a Portugal, em 2023, foi o município escolhido para representar a “porta de entrada” da Diocese.

D. Manuel Felício, bispo da Guarda, congratulando-se com o evento, agradeceu a “disponibilidade e generosidade da Câmara de Almeida, para se associar a este evento que vai trazer nova vida ao nosso território tão desertificado”.

Entre as clausulas que formam o protocolo está a divulgação do evento em outdoors a colocar junto às auto-estradas que atravessam a fronteira entre Portugal e Espanha, a cedência de espaços e infra-estruturas para se promover um acolhimento aos jovens estrangeiros e outras formas de colaboração. “Centralizar tudo numa grande cidade era a maior facilidade, mas não é a melhor facilidade”, centralizou D. Américo Aguiar, um dos grandes responsáveis da organização do evento ao nível nacional, também presente no evento, que saudou a celebração deste protocolo como uma mais valia para tudo o que “a JMJ vai representar para o País e não apenas para Lisboa”, sublinhou.

Mais Notícias