Estrela agudiza crise do Covilhã

Amadorenses vencem por 2-1 e relegam serranos para o último lugar da tabela
0
390

Há já duas jornadas que o treinador não é o mesmo (saiu Leonel Pontes, entrou Alex Costa), mas as melhorias, pelo menos ao nível dos resultados, não aparecem.

Se na semana passada o Sporting da Covilhã, em casa, frente ao Viseu, apesar de derrotado no último minuto de descontos (2-3) mostrou já alguns apontamentos melhores, no passado sábado, no Estádio do Jamor (casa emprestada dos amadorenses), o Covilhã mostrou de novo um futebol pobre e acabou por perder, de novo, por 2-1, frente ao Estrela da Amadora. Num jogo de abertura da nona jornada entre dois emblemas que já tinham sido eliminados da Taça de Portugal. Com este triunfo, a equipa lisboeta sobe, provisoriamente, ao sexto lugar. O Covilhã é último, com cinco pontos.

Depois de um período inicial em que ambos os conjuntos criaram, cada uma, uma oportunidade de golo, foi o Estrela a marcar, aos 19 minutos, na sequência de um canto, através de Gaspar. O Covilhã reagiu, dominou até ao intervalo, mas sem criar qualquer perigo para os amadorenses.

Na segunda parte, os serranos voltaram a dominar a partida, mas foi o Estrela a mostrar mais eficácia, quando aos 65 minutos fez o 2-0, através de Gustavo Henrique, após passe bem medido, em profundidade, por Jean Filipe (ex-Covilhã).

O Covilhã reagiu bem, teve pouco depois clara oportunidade de reduzir, mas à boca da baliza, N’Diaye chegou tarde ao desvio fatal, e só mesmo nos descontos, conseguiu o seu golo, num livre de Gilberto que foi desviado para a própria baliza por Aloísio.

 

No próximo sábado, 22, ás 14 horas, em jogo da décima jornada, o Covilhã recebe no Santos Pinto o Torreense.

 

 

Comments are closed.