Expedição Científica de 1881 evocada em Setembro e Outubro

Há 140 anos, uma centena de homens aventuraram-se por lugares desconhecidos, uma efeméride que será lembrada nos próximos dois meses, em lugares como Seia, Guarda, Manteigas, Coimbra e Lisboa
1
320

O município de Seia, a Sociedade de Geografia de Lisboa e a plataforma História, Territórios, Comunidades vão evocar, em Setembro e Outubro, a Expedição Científica à Serra da Estrela realizada em Agosto de 1881.

Segundo a organização, “o pioneirismo e o arrojo de mais de uma centena de homens, que há 140 anos se aventuraram por um território até então pouco conhecido”, vai ser relembrado com um programa diversificado, que inclui acções a realizar em Seia, Manteigas, Guarda, Coimbra e Lisboa. O programa comemorativo integra, entre outras iniciativas, percursos pedestres, visitas guiadas, conferências e uma exposição itinerante.

As actividades começam no dia 10 de Setembro, no Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), em Seia, com a realização de um congresso dedicado à Expedição Científica de 1881. Do programa consta também “um conjunto alargado de visitas guiadas por investigadores com trabalho relevante em diferentes áreas do conhecimento”, referem as entidades organizadoras em comunicado.

A fonte salienta uma visita ao Planalto Superior da Serra da Estrela (no dia 11 de Setembro), “com revisitação de alguns dos locais mais emblemáticos da expedição de 1881”, excursões à Estância de Montanha das Penhas Douradas e às Termas de Manteigas (18 de Setembro), ao Parque da Saúde da Guarda (19 de Setembro) e ao Museu da Farmácia, em Lisboa (30 de Setembro). Alguns destes momentos incluem almoço expedicionário, “uma experiência gastronómica que tem por base os menus de 1881, contemporaneamente interpretados pelos chefes” da Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia do Instituto Politécnico da Guarda.

Leia texto completo na edição em papel do NC.