Fábrica de produtos e luxo suspende actividade por 15 dias no Fundão

FPL toma medidas devido ao Covid-19, mas garante ordenados de Março
0
521

A FPL – Fábrica de Produtos de Luxo, localizada no Fundão, que actua na área dos polimentos, decidiu na passada semana suspender a actividade por um período de 15 dias, como medida de protecção para os trabalhadores e para combate à propagação da pandemia Covid-19.

Em declarações à agência Lusa, a responsável de operações desta empresa, Cristina Pereira, explica que a decisão tem como objectivo contribuir para “tranquilizar” os 56 trabalhadores da empresa que estavam preocupados com a situação vivida em Portugal. “Acho que a forma mais correcta de actuar neste momento de emergência nacional era suspender a laboração, porque é importante limitar os contactos para evitar a propagação da pandemia e porque é uma forma de tranquilizar e sossegar os trabalhadores, que, como provavelmente todos os portugueses, também estavam preocupados e com algum receio.”

Segundo esta responsável, não existe qualquer caso ou suspeita de infecção na empresa e a decisão também não está relacionada com o eventual encerramento de clientes ou com a falta de matéria-prima, mas sim com o evoluir da pandemia e com a necessidade de alargar as medidas preventivas. Segundo aponta, a empresa implementou “desde a primeira hora” um plano de contingência que teve parecer favorável da delegada de saúde e que passou por dividir os trabalhadores em dois grupos de horário diferente para evitar o contacto e proximidade, bem como pela medição da temperatura e pela aplicação de planos de desinfecção. Cristina Pereira sublinha ainda que os ordenados de Março estão asseguradas, apesar de a empresa ir analisar qual o tipo de apoio a que poderá aceder.

Comments are closed.