Faltou eficácia a Covilhã proactivo para desfazer nulo

Empate com o Vizela na estreia de Bizarro
0
365

Na estreia de Bizarro no banco, o Sporting da Covilhã empatou sem golos com o Vizela, 12 lugares acima na tabela, mas os serranos foram melhores, criaram mais e melhores ocasiões de golo e a figura da partida acabou por ser o guarda-redes adversário.

Os “leões da serra” somam nove jogos consecutivos sem ganhar e encontram-se no 15.º lugar da II Liga de futebol, com 18 pontos, três acima da zona de despromoção, mas têm três jogos em atraso e o novo treinador considera que os jogadores deixaram bons indicadores e “há boas perspectivas” para o resto do campeonato.

No último sábado, no Estádio Santos Pinto, o primeiro aviso foi dado por Rui Areias, novidade no ataque, ao lado de Leo Cá e Gleison, que, servido pelo reforço Bernardo Martins, atirou a bola para o fundo das redes, mas estava em posição irregular.

Mais acutilantes e pressionantes, os serranos protagonizaram oportunidade flagrante aos 12 minutos de jogo. Gleison trabalhou na direita, rematou cruzado de fora da área e obrigou Pedro Silva a uma defesa vistosa para canto.

Dois minutos depois nova ocasião soberana para os “leões da serra”. Gilberto isolou Bernardo Martins, mas o médio adiantou muito a bola e permitiu ao guarda-redes minhoto impedir o remate.

Apostados num futebol mais apoiado, os vizelenses chegaram junto da área do Covilhã aos 16 minutos, quando Ericson cabeceou para as mãos de Leo Navachio, que agarrou também com tranquilidade o remate de Kiko.

Aos 37 minutos Leo Cá ficou a reclamar penálti, por ter sido derrubado pelo ex-serrano Ofori, mas Fábio Veríssimo mandou seguir.

(Crónica completa na edição papel)

Comments are closed.