Foi pelo coração que Nuno começou a produzir massas saudáveis na vila

Empresa de Belmonte é uma das únicas a produzir massa sem glúten na Península Ibéria
0
260

Passa completamente despercebida a quem por ali passa. “Não gostamos muito de fazer publicidade a nós próprios” explicam-nos. O pavilhão, que outrora acolheu uma fábrica de confecções, junto ao sítio do Ginjal, em Belmonte, nem sequer tem qualquer tipo de identificação. Mas ali, onde outrora se confeccionavam calças e casacos, hoje produzem-se massas alimentícias, com uma especial particularidade: são isentas de glúten.

“O projecto começou há quatro anos e há dois que estamos aqui instalados em Belmonte. Começámos a desenvolver produtos à base de leguminosas. Aqui, porque eu sou de cá, e foi essa ligação que me fez vir” explica o empresário Nuno Rodrigues, que tem origens familiares no concelho. Assim nasceu a Belora II- Industrial Lda, uma empresa que tem a sua génese na ” Casa de Cafés Belora, Lda “fundada em 1955 e desde sempre se destacou na comercialização de produtos alimentares, mais especificamente na área dos cafés, chás e chocolates. Mais tarde abarcou também todos os produtos de confeitaria, passando assim do retalho para a grande distribuição como clientes preferências. Nos últimos anos tem desenvolvido uma nova área de actuação, no que refere a indústria alimentar, com uma unidade industrial para a produção de massas alimentícias sem glúten, que tem por base as leguminosas.

Artigo completo na edição em papel do NC.

Comments are closed.