Fundão “mata borrego” na Quinta dos Lombos

À terceira (já tinha perdido para o campeonato e Taça de Portugal), Desportiva ganha à Quinta dos Lombos, por 3-4. Golo da vitória surgiu no último minuto
0
543

Jogo bom, intenso, com grandes golos e incerteza no marcador. Tal como já tinha sucedido na primeira volta do campeonato, e também na Taça de Portugal (eliminatória foi decidida nas grandes penalidades), Quintas dos Lombos e Desportiva do Fundão protagonizaram no passado sábado uma grande partida de futsal, na 21ª jornada da Liga Placard (nacional da primeira divisão). Mas desta vez, a vitória sorriu à equipa de Nuno Couto, que já fora esta época derrotada duas vezes por este adversário.

Aos três minutos, o Fundão marcou, num grande golo de Thales, a mais de dez metros da baliza. A Quinta dos Lombos respondeu logo e empatou por Rodriguinho, aos cinco minutos, e segundos depois, passou para a frente, num autogolo de Nem. Num jogo de parada e resposta, Kutchy testou os reflexos de Shutt, e aos 10 minutos, empatou, em mais um golaço de Yuri Bahia. Dois minutos depois, novo autogolo, desta vez de Yuri Bahia, a dar vantagem aos Lombos, mas aos 13, Nem a empatar de novo, num grande lance colectivo da equipa. Em cima do intervalo, o guardião da casa, Schutt, foi expulso, com a Desportiva a iniciar a segunda parte com mais um elemento.

Porém, o segundo tempo já não foi tão intenso. Pintas, que entrou para a baliza da casa, negou por algumas vezes o golo à Desportiva, mas foi na parte final que o jogo “aqueceu”. Depois de, aos 37 minutos, Rodriguinho atirar uma bola à barra da baliza defendida por Luan, depois foi Pintas, por duas vezes, a negar o golo à Desportiva, que o viria a conseguir no último minuto. Boa jogada colectiva, assistência primorosa de Yuri Bahia para, à boca da baliza, Filipe Leite encostar para o fundo das redes.

Com este triunfo, os fundanenses conservam o terceiro lugar na tabela, atrás de Sporting e Benfica, voltando apenas à quadra no dia 16, na deslocação ao terreno dos Leões de Porto Salvo.

Comments are closed.