Guarda cria nova unidade móvel para o covid-19

Para se deslocar aos locais onde for necessário
0
443

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda  colocou em funcionamento, em parceria com os bombeiros locais, a segunda unidade móvel covid-19, para realização de testes diagnósticos na sua área de abrangência. “Este posto móvel irá deslocar-se aos locais onde for necessário proceder à realização de testes diagnósticos ao coronavírus”, refere a ULS em comunicado.

Segundo a nota, a viatura, devidamente identificada, “poderá deslocar-se a lares, instituições de [apoio a] pessoas com necessidades especiais ou ao domicílio de utentes com dificuldade de deslocação”. “Poderá também ter de se deslocar à residência de doentes covid em isolamento domiciliário para confirmação de cura”, remata.

A ULS refere ainda que a viatura, que colocou ao serviço em parceria com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienses, deslocar-se-á às instituições de acordo com um plano preestabelecido pela Unidade de Saúde Pública em articulação com a sua Comissão para a covid-19 e os bombeiros. Em parceria com a corporação de bombeiros da cidade, a ULS da Guarda também colocou a funcionar, na quarta-feira, outra unidade móvel para rastreio da covid-19, que realizou os primeiros testes na aldeia de Parada, no concelho de Almeida, onde foi detectada uma mulher infectada com o novo coronavírus.

A ULS da Guarda (que abrange 13 concelhos do distrito da Guarda, exceto o de Aguiar da Beira, que pertence ao Agrupamento de Centros de Saúde do Dão – Lafões), gere os hospitais da Guarda (Sousa Martins) e de Seia (Nossa Senhora da Assunção), e também 12 centros de saúde e duas unidades de saúde familiar (A Ribeirinha, na cidade da Guarda e a “Mimar Mêda”, na cidade de Mêda), abrangendo cerca de 142 mil habitantes.

Comments are closed.