Há sete novos presidentes de junta no concelho da Covilhã

1
195

Tal como há quatro anos, mas noutras circunstâncias, são sete os novos presidentes de junta eleitos no concelho: Gilberto Melfe (Ferro), Sérgio Rodrigues (Orjais), Cristina Barata (Peraboa), Paulo Quintela (São Jorge da Beira), Vítor Fernandes (Barco/Coutada), António Carriço (Teixoso/Sarzedo) e Daniela Correia (Verdelhos).

No Ferro, com a não recandidatura de Paulo Ribeiro, o autarca seria sempre novo. Gilberto Melfe, candidato independente com o apoio da coligação liderada por Pedro Farromba, ganhou com maioria, deixando no segundo lugar Paulo Tourais, do PS.

Em Orjais, José Pinto não se recandidatou e Sérgio Rodrigues, independente, concorreu sozinho.

Paulo Quintela, em São Jorge da Beira, e António Carriço, no Teixoso, mantêm para o PS autarquias que tinham sido lideradas pelo mesmo partido, mas com José Branco e José Pais, respectivamente.

Em Verdelhos, Daniela Correia, do PS, é eleita pela primeira vez, depois de liderar a Junta nos últimos anos após o abandono de Carlos Rosa, candidato da coligação “Juntos, fazemos melhor”.

Vítor Fernandes, independente, ganha o Barco/Coutada, onde Luís Morais, que não concorreu, foi autarca nos últimos anos, e em Peraboa, uma das maiores surpresas, com Cristina Barata, do “Juntos, fazemos melhor”, a bater o actual autarca, Sílvio Dias, que se recandidatava a um terceiro mandato pelo PS.

Nestas sete freguesias, apenas no Teixoso/Sarzedo o autarca eleito não tem maioria na Assembleia de Freguesia. O PS tem quatro eleitos, mas Teixoso em Mudança (2) e CDU (1) totalizam mais, no seu conjunto.