“Hoje temos um clube sem dívidas”

José Mendes, presidente do Sporting da Covilhã, diz ser “tremendamente difícil” estar 15 anos consecutivos na II Liga, mas vinca que o clube, aos 99 anos de vida, respira agora saúde financeira
0
755

O presidente do Sporting Clube da Covilhã (SCC), José Mendes, deixou na passada quinta-feira, 2, dia em que o clube comemorou 99 anos de vida, uma mensagem de confiança aos sócios, lembrando as dificuldades financeiras de um passado não muito longínquo, que hoje já não existem em fruto de uma gestão criteriosa e de muito trabalho.

“Hoje temos um clube sem dívidas, o que é um orgulho. Seríamos os primeiros, a nível nacional, se houvesse um ranking” frisa José Mendes.

O líder directivo dos serranos recordou os “grandes homens” que ajudaram a fundar o clube, os seus antigos dirigentes, sócios “e todos aqueles que trabalharam cá e já desapareceram”, e lembrou que ao longo dos anos, o Covilhã tem tido algumas decepções, mas também “algumas alegrias”, como por exemplo estar durante 15 anos seguidos na II Liga, objectivo alcançado mais uma vez esta época, após um play-off decisivo frente ao Alverca. “Estar 15 anos seguidos na II Liga é tremendamente difícil, pois também tivemos que recuperar o clube em termos financeiros” frisa José Mendes.

Para o presidente do SCC, o mais importante “são os sócios”, enaltecendo a moldura humana criada no Santos Pinto no jogo decisivo frente ao Alverca, há duas semanas atrás, que para ele mostra que “está lançado o futuro”, pedindo ajuda das empresas, dos sócios, da cidade e da autarquia para “colocarmos o clube onde queremos”.

Depois de, no passado, ter deixado o desejo de ver o Covilhã na I Liga nas comemorações do centenário, José Mendes, agora, apenas promete “muito trabalho” para o futuro, num clube que “respira muita saúde”.

Comments are closed.