Inauguração do troço Guarda-Covilhã prevista para 4 de Maio

Programa, que deverá contar com a presença do primeiro-ministro, inclui uma viagem da comitiva entre a Guarda e a Covilhã
1
617

A cerimónia de inauguração do troço da Linha da Beira Baixa entre a Guarda e a Covilhã, encerrado desde 2009, está prevista para 4 de Maio, na presença do ministro das Infra-estruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, e do primeiro-ministro, António Costa, embora a data “não esteja fechada”, devido à agenda do chefe do Governo, cuja presença não está ainda confirmada.

A informação foi adiantada ao NC pelo gabinete do ministro da tutela, que apontou para “provavelmente 4 de Maio”.

Segundo a mesma fonte, o programa contempla uma viagem da comitiva entre a Guarda e a Covilhã, onde vai decorrer uma cerimónia com os responsáveis políticos.

Os ensaios com as composições tiveram início em 27 de Janeiro e em 6 de Abril começaram a circular diariamente comboios na linha, para a formação de maquinistas dos operadores ferroviários CP, MedWAY e TAKARGO.

Ao NC, a Infra-Estruturas de Portugal (IP) confirma a inauguração do troço “no início de Maio”, durante a semana, e a mesma fonte informa que “haverá uma cerimónia que assinale esse dia com protagonismo”.

Segundo a IP, para já “ainda decorrem as fases finais de verificações”.

De acordo com a página na Internet da CP – Comboios de Portugal, o serviço para passageiros na Linha da Beira Baixa entre Lisboa e a Guarda está disponível a partir de 2 de Maio, com quatro ligações diárias, embora a empresa ainda não tenha revelado a tabela de preços a praticar.

(Notícia completa na edição papel)