Instinto pode começar a gerir o Centro de Recolha Animal

0
183

A Câmara Municipal da Covilhã aprovou, na sessão pública de sexta-feira, 20, o contrato de comodato que vai permitir à Instinto – Associação Protectora de Animais da Covilhã gerir o Centro de Recolha e Acolhimento Animal, construído no Parque Industrial do Tortosendo, resultado do Orçamento Participativo de 2015.

Vítor Pereira, o presidente do município, destacou as “instalações condignas”, a “boa localização” e adiantou que a gestão do espaço vai ficar a cargo da Instinto, segundo o que ficou acordado com a associação.

A Instinto não vai ter nenhum apoio espacial para o funcionamento da estrutura, mas o presidente realçou que esta pode candidatar-se aos apoios destinados ao associativismo.

O edifício chegou a estar previsto para a Quinta dos Caldeirões, junto ao Complexo Desportivo, mas a localização acabou por ser alterada.

Em Julho de 2021, o presidente da Câmara da Covilhã informou que o Centro de Recolha Animal estava concluído, faltando alguns arranjos exteriores, e anunciou para “muito brevemente” uma reunião com a Instinto, para definir quem ficaria com a responsabilidade da gestão do espaço e sobre os “passos a dar”.

Comments are closed.