José Mendes é candidato com os olhos postos na I Liga no centenário

Depois de ter desafiado os críticos a avançarem e de dizer que, no momento, não tinha intenção de se candidatar a um novo mandato, o presidente do Covilhã apresenta-se às eleições de 21 de Dezembro
0
462

O presidente do Sporting da Covilhã, José Mendes, anunciou na quinta-feira, 9, que é candidato a um sétimo mandato nas eleições marcadas para 21 de Dezembro no emblema da II Liga de futebol, porque “muito está ainda por realizar” e quer chegar ao primeiro escalão no ano do centenário, em 2023.

Este ano o objectivo é “manter” o clube na II Liga e “trabalhar para lá chegar” à I Liga no ano em que a formação serrana completa cem anos.

Em conferência de imprensa no Estádio Santos Pinto, ladeado por 18 sócios, entre os quais cinco jogadores do plantel principal e antigos jogadores, o dirigente dos ´leões da serra` referiu querer “dar continuidade ao trabalho” que tem “em mãos”.

O presidente disse que “após profunda reflexão sobre os apelos” que lhe têm sido dirigidos, “das mais diversas formas”, decidiu avançar com uma nova candidatura, embora não tenha adiantado quem são os elementos que integram a lista, que podia ser entregue até esta terça-feira, 14.

“É hoje inquestionável, só quem está de má-fé, evita reconhecer que a obra, e consequente credibilidade que o clube hoje detém, se ficam a dever ao trabalho abnegado dos colectivos que, com espírito de missão, tenho vindo a liderar ao longo dos anos”, sublinhou José Mendes.

Segundo o presidente do Sporting da Covilhã, a prioridade passa por “dar continuidade ao trabalho feito”, dando o exemplo da conclusão da última fase do estádio, da construção da Academia e do desejo de no ano do centenário, em 2023, os serranos chegarem à I Liga de futebol. “A seguir subir à I Liga”, disse o dirigente, após enumerar as melhorias nas infra-estruturas.

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.