Luís Marques é o novo comandante dos bombeiros

Tomada de posse decorreu no passado domingo
0
242

Passar de 80 para 120 bombeiros nos próximos cinco anos. Foi esta uma das metas apontadas pelo novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Covilhã, Luís Marques, que tomou posse no cargo no passado domingo, 1 de Maio, sucedendo no cargo a Fernando Lucas, que esteve ligado à corporação durante mais de quatro décadas.

Marques prometeu que os homens e mulheres que liderará serão sempre o seu orgulho e preocupação, lembrou que ser bombeiro “é mais do que vestir uma farda” e disse que o foco tem que estar na formação, mais do que na profissionalização. O 15º comandante da corporação covilhanense lembrou a crise que se vive no voluntariado, mas deixou a meta “ambiciosa, mas possível” de nos próximos cinco anos passar de 80 para 120 bombeiros.

Garantir o melhor socorro de pessoas e bens será sempre o objectivo maior, garante, e elogiou os seus anteriores comandantes, José Flávio e Fernando Lucas, pelos ensinamentos. A este último, o elogio pelo pedido de passagem à reserva e sair “pela porta grande”. O comandante Lucas mostrou toda a humildade ao entregar a outro os destinos de um corpo de bombeiros. Saber sair é tão importante como saber entrar” frisa.

Quanto a Fernando Lucas, que entrou nos Bombeiros Voluntários da Covilhã a 21 Setembro de 81, passou para o quadro de comando em 2000, como adjunto, e em 2011 passou a comandante, cargo ao qual agora renuncia, disse ter sido um “comandante orgulhoso”, que comandar a corporação “foi uma honra” e disse depositar” toda a confiança” no novo líder, Luís Marques. Não é fácil deixar algo de que tanto se gosta. Dói. Mas ao mesmo tempo sinto um alívio dessa dor por saber que o cargo está bem entregue” disse Fernando Lucas, que pediu ao presidente da autarquia, Vítor Pereira, que não termine o mandato sem construir um monumento de homenagem aos bombeiros.

Comments are closed.

Mais Notícias