Mil cartas em prol dos direitos humanos

Distribuídas na passada sexta-feira na Covilhã
0
383

Um grupo de jovens, activistas dos direitos humanos, distribuiu na passada sexta-feira, 10, na Covilhã, mil exemplares de 20 cartas escritas por pessoas que viram os seus direitos violados por motivos de idade, de género, de classe social, de nacionalidade ou étnicos, entre outros. “São cartas que ora expõem situações de desrespeito, ora alertam para situações que acontecem diariamente na Covilhã e em outras geografias” explica a Coolabora, que visou assinalar assim do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Viaturas, caixas de correio, portas de empresas/lojas, UBI, cantinas, bibliotecas foram os lugares estratégicos escolhidos por este grupo de jovens que integra o projecto Coolaboratório que tem como objectivo contribuir para o reconhecimento da importância dos direitos humanos na consolidação de uma sociedade mais justa, quer através da consciencialização e do empoderamento dos jovens tendo em vista potenciar o seu compromisso cívico, quer através da sensibilização da comunidade em geral ou de públicos estratégicos.

Comments are closed.