Não houve interessados no Sistema de Mobilidade

Não surgiram propostas e Câmara da Covilhã alargou concurso público internacional até Setembro
0
574

O concurso internacional para a concessão do Sistema de Mobilidade da Covilhã não teve interessados e o prazo para a apresentação de propostas foi prolongado por mais um mês, até Setembro, podendo a data ser novamente dilatada para Outubro, admite Serra dos Reis, presidente em exercício na reunião da Câmara Municipal realizada na sexta-feira, 17.

Serra dos Reis, a presidir à sessão, na ausência de Vítor Pereira, explicou que neste momento decorrem outros concursos “mais apetecíveis” em outras zonas do país, como são os casos de Lisboa e Porto. “É normal que as empresas primeiro queiram apanhar aquilo que lhes dá mais lucro”, sublinha.

“A prorrogação é no sentido de garantir que vamos efectivamente ter um concurso com mais pessoas a concorrer e que garantirá a melhor qualidade, quer no preço, quer no serviço”, acentua o autarca.

Um eventual novo prolongamento do prazo, em Setembro, está a ser equacionado devido às férias, à covid-19 e “a outros condicionalismos”.

“Quanto ao concurso, admitimos que lá para Outubro é que estará em condições de ser respondido, é essa a nossa perspectiva”, acrescenta Serra dos Reis.

Os transportes públicos urbanos continuam assegurados, através de “um acerto” ao contrato de prestação de serviços que a Câmara da Covilhã estabeleceu, desde Setembro do ano passado, com a última concessionária, a Covibus, até que exista novo acordo de concessão.

(Notícia completa na edição papel)

Comments are closed.