Novo reitor da UBI toma possa dia 8 de Junho

Mário Raposo foi eleito como sucessor de António Fidalgo no passado dia 14 de Abril
1
650

O sucessor de António Fidalgo na liderança da Universidade da Beira Interior (UBI), Mário Raposo, eleito em 14 de Abril último, com 15 votos dos elementos do Conselho Geral, contra os 13 conseguidos por Abel Gomes, toma posse em 8 de Junho, anunciou o actual reitor, durante a sua intervenção no Dia da Universidade, celebrado em 30 de Abril.

António Fidalgo sublinhou que Mário Raposo é o primeiro aluno ubiano a ser eleito reitor e destacou que “como ninguém, conhece a instituição que passará doravante a dirigir”.

No dia em que foi eleito, Mário Raposo apontou a “estabilidade financeira” como o grande desafio e acentuou a necessidade de ser “engenhoso” para obter as verbas necessárias para concretizar o que pretende.

O professor catedrático, que há 38 anos é docente na UBI, apontou como prioridade “conseguir uma UBI ainda melhor, renovando o crescimento em várias áreas: no número de alunos, no número de cursos, na internacionalização, no aumento do número de docentes e funcionários, no trabalhar para a sustentabilidade”, elencou o futuro reitor.

 Mário   Raposo, vice-reitor nos mandatos de Manuel Santos Silva e de António Fidalgo, destacou o “percurso extremamente positivo” da instituição até   agora, e o “grande crescimento a nível de alunos nacionais e internacionais, melhoria da investigação, melhoria das unidades de investigação a nível de classificação”, embora sublinhe que é necessário “evoluir”.

Mário Raposo apontou como o maior desafio a “estabilidade financeira” da universidade, com um “orçamento exíguo”.  O professor catedrático do Departamento de Gestão e Economia da UBI considera ser   necessário “encontrar maneiras de ter um orçamento que permita levar a cabo o programa, manter a universidade a funcionar e manter a qualidade dos cursos”.

Mário Raposo é o quinto reitor eleito   na   UBI, depois de Passos Morgado, Manuel Santos Silva, João   Queiroz e António Fidalgo.

O futuro reitor desenvolveu toda a carreira académica e profissional na UBI (e no instituto que a antecedeu), onde começou a leccionar como Assistente Estagiário