Oposição alerta para Complexo Desportivo “completamente degradado”

Coligação menciona os buracos na pista e no campo número dois. Sem se comprometer com um calendário para as obras, o presidente informou estar a ser feito um projecto e a ser preparado o orçamento para a intervenção
0
338

A oposição na Câmara Municipal da Covilhã alertou, na última reunião privada do executivo, na sexta-feira, 1, para a “completa degradação” do Complexo Desportivo, elencando a pista de atletismo esburacada, os buracos no campo número dois, os passeios levantados ou os “horários desajustados” do equipamento.

No final da sessão, Pedro Farromba, eleito pela coligação CDS/PSD/IL, sublinhou que as condições em que se encontra o Complexo Desportivo, nomeadamente os buracos no campo número dois, poem em causa a segurança dos atletas e criticou a falta de manutenção do espaço, que o tornou “degradado”, e lamentou que “há nove anos” estejam a aguardar uma intervenção.

Aos jornalistas, o presidente, Vítor Pereira, reconheceu a necessidade de “uma intervenção profunda” e, sem se comprometer com datas, adiantou estar a ser elaborado o projecto e o orçamento para que as obras possam ser feitas.

Vítor Pereira anunciou “alterações importantes” no campo número dois, no sentido de o “tornar mais polivalente”, retirando a relva natural e criando no mesmo espaço três campos com piso sintético, “para diversas modalidades e para utilização simultânea de vários desportistas”.

Sobre a pista tartan, com o piso muito degradado e, em algumas zonas, já sem qualquer cobertura, “vai ser requalificada.

O presidente do município reconheceu estar “danificada” e ter uma “utilização intensiva”. Depois de recuperada, deixará de poder ser utilizada para caminhadas e ficará para utilização exclusiva dos atletas que precisam treinar, salvaguardando situações de pessoas com dificuldade de locomoção ou problemas de saúde que precisem de um piso “que amortece”.

Comments are closed.