Padre Fernando Brito homenageado nos dez anos do Museu de Arte Sacra

1
475

O ex-director do NC, padre Fernando Brito, vai ser, hoje, quinta-feira, 28, homenageado, pelas 21 horas, no Museu de Arte Sacra da Covilhã, que assinala dez anos de vida.

Uma distinção que se prende com o facto de ter sido dos principais impulsionadores do Museu.

Do programa constam um momento musical, pela Orquestra Juvenil da Banda da Covilhã, a apresentação de vídeo-documentários da história do Museu, intervenções do presidente da Câmara, Vítor Pereira, e do Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, e ainda uma evocação a Maria José Alçada, filantropa que cedeu o edifício que deu lugar ao Museu, com inauguração de exposição e descerramento de placa evocativa.

O Museu de Arte Sacra da Covilhã foi inaugurado a 20de Outubro de 2011, na Casa Maria José Alçada, localizada na Avenida Frei Heitor Pinto, e possui uma área de exposição de 850 metros quadrados, repartida por dois edifícios. Alberga um espólio de milhares de peças divididas por colecções de pintura, escultura, metais e têxtil, abrangendo um período que vai desde o século XV ao século XX. O património museológico segue o percurso dos sete sacramentos propostos pela Igreja Católica: baptismo, confirmação, matrimónio, ordem, penitência, eucaristia e unção dos enfermos.

Além das salas de exposição permanente, este Museu tem uma sala de exibições temporárias, um jardim exterior e um pátio interior onde decorre outro tipo de apresentações.