“Parabéns, Notícias da Covilhã!”

Uma prestigiada instituição da sociedade covilhanense
1
417

Vítor Pereira*

A imprensa regional é um dos mais sólidos alicerces da Democracia. Os órgãos de comunicação social locais dão voz à cidadania, divulgam e amplificam as aspirações dos indivíduos que constituem as comunidades onde se inserem. Alimentam os espaços públicos com informação sobre realidades próximas, do quotidiano coletivo, mantendo a ligação dos seus leitores aos lugares de pertença. Em suma, preservam os valores culturais e as identidades locais, reforçam a capacidade dos cidadãos para melhor decidirem os seus destinos e potenciam a sua participação sociopolítica, pelo que o papel de uma imprensa regional forte não pode nem deve ser subestimado.

O compromisso com uma região e as pessoas que nela habitam determina uma certa subordinação dos critérios de noticiabilidade a esse pacto comunicacional, mas a obrigação de informar com rigor e verdade assume uma relevância maior, proporcional à proximidade com os leitores. Num contexto em que as “fake news” ensombram a ética jornalística, é fundamental preservar e reforçar a relação de confiança entre a comunicação social e os cidadãos, mantendo a lealdade e a independência face ao(s) poder(es), nunca renegando o livre escrutínio. Esta afinidade constrói-se paulatinamente, sendo por isso indispensável que todos contribuam para o desenvolvimento e a sustentabilidade duradoura dos meios locais de comunicação social.

O Notícias da Covilhã é o jornal mais antigo do distrito de Castelo Branco. Semanário de inspiração cristã e informação geral de âmbito regional, serve a partir da Covilhã as populações de um território que vai da Guarda até Castelo Branco. Constitui-se, ainda, como imprescindível elo de ligação com os beirões que emigraram pelo mundo.

Este periódico assume-se atualmente como um jornal adaptado às novas e incontornáveis realidades digitais, com uma forte presença na internet e nas redes sociais, plataformas tão importantes nos nossos dias. Acompanhando o século XX e atravessando para o século XXI com determinação, evoluiu e conquistou um merecido lugar de destaque no panorama da imprensa local e regional, sendo hoje uma prestigiada instituição da sociedade covilhanense.

Porque as instituições são constituídas por pessoas, homenageamos as Mulheres e Homens, de ontem e hoje, que deram e dão o seu melhor para que o Notícias da Covilhã cumpra semanalmente a sua nobre missão de bem informar. Que os seus profissionais nunca abdiquem da independência, de defender o contraditório e a pluralidade de opiniões, de preservar o direito ao bom nome e à privacidade. Complementarmente, ou acima de todos estes princípios, que nunca negligenciem o respeito pelos leitores.

Como Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, felicito o Notícias da Covilhã pelo seu 102º aniversário, mais um da sua longa e relevante história tecida de inúmeros êxitos e conquistas, e faço votos para que o futuro lhe traga ainda mais sucesso, continuando a honrar o seu passado.

*presidente da Câmara da Covilhã