Petição exige reparação das estradas

No concelho da Covilhã
1
522

Um grupo de cidadãos esteve na Assembleia Municipal da Covilhã realizada na sexta-feira, 25, para apresentar uma petição a exigir “que os recursos financeiros sejam utilizados para a melhoria da rede viária municipal” e pedirem que as intervenções sejam projectadas e calendarizadas.

Casimiro Santos, o primeiro subscritor, alerta para os “perigos enormes” para a circulação devido ao mau estado das vias, com exemplos em todas as freguesias, realçou.

“Os munícipes covilhanenses assistem à degradação progressiva das estradas e caminhos municipais do concelho sem que a Câmara da Covilhã actue de forma competente e atempada ou adequada”, salientou o cidadão que leu a petição.

Os peticionários afirmaram que o estado do piso de várias estradas, tal como a ausência de rails de protecção e a condução ao lado de precipícios os “envergonha” e alertam para “o contraste enorme entre o estado das estradas da Covilhã e o estado das estradas dos concelhos vizinhos”.

Vítor Pereira, presidente da autarquia, disse que a contratualização progressiva de serviços externos para o arranjo das estradas e a diminuição de meios municipais para o efeito foi agravando o problema, que afirmou querer resolver, mas avisa não ser possível fazer tudo de uma vez.

“A manutenção das estradas entrou numa situação em que a ausência do tratamento das estradas por cantões veio contribuir decisivamente para o agravamento da degradação das nossas estradas”, argumentou o presidente do município. “Estamos a fazer o possível, mas não é possível fazer tudo de uma vez”, acrescentou.

Mais Notícias