Piscina das Penhas da Saúde abre sábado

A pintura dos dois tanques, a preto, foi reforçada e a comporta substituída
0
718

A piscina das Penhas da Saúde, na Serra da Estrela, de água corrente, abre sábado, com a lotação reduzida de 400 para um máximo de 80 utilizadores.

O espaço é explorado, desde o ano passado, pela Pousada da Juventude da Serra da Estrela, onde as reservas para Julho e Agosto aumentaram em relação a anos anteriores.

O equipamento das Penhas da Saúde, que durante mais de vinte anos esteve desactivado e no ano passado passou a ser explorado pelo consórcio que gere a Pousada da Juventude, pode beneficiar de todas as piscinas públicas do concelho da Covilhã estarem encerradas durante o Verão, devido à covid-19.

“Temos fortíssimas expectativas de que realmente as pessoas comecem a vir assim que a piscina esteja aberta, também jogando com o facto de as piscinas públicas não estarem a funcionar”, sublinha Pedro Farromba, o presidente da Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP), um dos três parceiros envolvidos na gestão da Pousada, a par da Câmara da Covilhã e da empresa Prunus Avium.

Pedro Farromba explica que foi feito um “trabalho exaustivo” com a Protecção Civil Municipal para elaborar um plano de contingência e delinear as medidas de segurança a implementar, que incluem o alargamento da zona de espreguiçadeiras, definição de zonas onde não se pode permanecer, a utilização de máscara quando se circula e a higienização dos vários espaços.

À entrada encontra-se uma placa informativa com três níveis de disponibilidade do espaço, que estará verde quando estiverem no recinto até 30 pessoas, verde entre 30 e 60 e vermelho para mais de 60 banhistas, dando conta da quantidade de gente no local.

O presidente da FDIP garante ter sido feita uma avaliação e estarem cumpridas todas as normas de segurança para que as pessoas tenham onde passar o tempo.

“Este ano é expectável que as Penhas da Saúde venham a ter muita gente a passar férias e muitas famílias. O nosso grande objectivo é proporcionar-lhes um espaço onde elas possam estar em família, cumprindo todas as regras de segurança”, salienta Pedro Farromba.

O dirigente federativo destaca a água corrente, o reforço da pintura, em preto, dos dois tanques, para aumentar um pouco a temperatura, e o espaço envolvente como factores de atracção.

“Acreditamos que vai ser um grande Verão.  Para além de tudo o que fizemos neste espaço, vamos ter também um programa de animação entre a Pousada da Juventude e a piscina, desde aulas de ginástica, caminhadas a aulas de hidroginástica”, informa.

O espaço vai funcionar diariamente entre as 10h00 e as 18h30. Os ingressos podem ser comprados para metade do dia ou para o dia inteiro e o preço oscila entre 1,5 euros e quatro euros, também em função das idades.

Jorge Viegas, presidente da Junta de Freguesia de Cortes do Meio, proprietária da piscina, acentua ser um espaço “de qualidade nas Penhas da Saúde, que traz uma oferta diversificada”.

José Serra dos Reis, vereador na Câmara da Covilhã, considera ser uma piscina emblemática, “do ponto de vista da ligação afectiva com as pessoas”, e explica o encerramento das piscinas públicas com a necessidade de ter “cautela” devido à pandemia, para evitar a concentração de pessoas e “não estragar o trabalho feito até hoje”.

 

 

 

(Mais informação na próxima edição impressa do NC.

Comments are closed.