Pó do Panteão dos Cabrais nos Açores

0
179

O pó do Panteão dos Cabrais, onde estão os restos mortais de Pedro Álvares Cabral, em Belmonte, foi depositado na passada semana junto à estátua de Gonçalo Velho Cabral, em São Miguel, nos Açores, numa cerimónia que contou com a presença do presidente da autarquia belmontense, António Dias Rocha.

A iniciativa surge no âmbito de um protocolo de geminação entre os dois municípios, assinado em Julho, que pressupõe a partilha de laços históricos e culturais e do interesse comum em aprofundar a cooperação bilateral. Em Julho, a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, na sua deslocação a Belmonte, recebeu uma porção de pó deste Monumento Nacional que agora se encontra na Praça Gonçalo Velho Cabral, junto à estátua de Gonçalo Velho Cabral, povoador de São Miguel e de Santa Maria e seu primeiro Capitão Donatário.

Segundo Maria José Lemos Duarte, autarca açoreana, com a deposição do pó do Panteão dos Cabrais “fica inscrita, na porta de entrada no concelho, na ilha de São Miguel e nos Açores, mais uma expressão da partilha, entre Ponta Delgada e Belmonte, de um legado genético e identitário tão bem representado pela família Álvares Cabral”, presente neste “evento de grande simbolismo e de evocação de um património histórico e cultural comum”.

Notícia completa na edição papel do NC.

Comments are closed.