Clube confirma processos disciplinares a Beléa e Seydine

Beléa já não se encontra na Covilhã, embora o final da cedência não esteja ainda formalizado com o Grêmio.
0
557

O Sporting da Covilhã, emblema da II Liga de futebol, confirmou a existência de processos disciplinares ao avançado Beléa e ao médio Seydine, assim como a saída do brasileiro, ainda por formalizar.

Questionado sobre o assunto no final do empate com o Vilafranquense (0-0), o secretário técnico do clube serrano, Vítor Cunha, adiantou que Guilherme Beléa, de 21 anos, já não se encontra a treinar com o plantel, embora a suspensão do empréstimo, a tratar com o Grêmio (Brasil), ainda não tenha sido oficializada.

Já o defesa-central Seydine N´Diaye, de 24 anos, que tem atuado na posição de médio-defensivo no emblema serrano, foi igualmente alvo de processo disciplinar, também devido a uma saída noturna fora do horário estipulado.

O jogador franco-senegalês assistiu hoje ao encontro entre os serranos e os ribatejanos.

Beléa, que já não se encontra na Covilhã, chegou aos ‘leões da serra’ no início da temporada e alinhou em onze partidas.

Seydine, jogador com 2,05 metros de atura, proveniente do FC Dordrecht, do segundo escalão de futebol nos Países Baixos, foi utilizado em 15 jogos desde que assinou pelo Sporting da Covilhã, em julho.

Comments are closed.