Queixas de ruído no Jardim Público

0
618

O horário de um estabelecimento comercial localizado no Jardim Público da Covilhã vai ser encurtado para as 04:00, por um período experimental, durante cinco meses, devido a queixas frequentes de ruído no local associadas ao café com esplanada. Se o problema persistir, o horário será comprimido ao mínimo, segundo o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, que apresentou a proposta aprovada na sessão pública do município de sexta-feira, 19.

Além da esplanada Equilíbrio, à reunião foi também a abertura do procedimento para a redução de horário de um bar nas imediações, o Fora de Horas, mas foi o barulho no Jardim Público a gerar discussão, com a presença dos proprietários de dois estabelecimentos localizados na área.

O responsável pelo Equilíbrio disse ter feito um investimento de 40 mil euros em 2016 para “devolver aquele espaço aos covilhanenses”, frisou que a Covilhã é uma cidade universitária, com “os jovens na rua”, e que o barulho “não será só responsabilidade” do seu estabelecimento, pedindo ao executivo que pudesse continuar a trabalhar até às 06:00, pretensão rejeitada.

O proprietário do Hotel Covilhã Jardim descreveu o panorama à noite na zona como “um inferno”, por não haver “sossego” e queixou-se de ter “menos clientes no hotel”, por não conseguirem dormir com o ruído do exterior proveniente das imediações, onde “os jovens ficam até às 08:00”.

Segundo Vítor Pereira, foram feitas várias reclamações e a PSP recomendou que se restrinja o horário, devido aos “danos colaterais”.

O estabelecimento vai passar a funcionar até às 04:00 e após cinco meses será feita “uma reavaliação”.

Comments are closed.