Reitores angolano e moçambicano recebem grau Honoris Causa da UBI

No dia 30, durante as comemorações dos 36 anos de vida da instituição
0
448

Dois reitores, de universidades angolanas e moçambicanas, recebem no próximo dia 30 de Abril (um sábado) o grau Honoris Causa da UBI, que nesse dia assinala 36 anos de vida.

O Pólo III da UBI recebe as comemorações solenes a partir das 15 horas e na sessão serão atribuídos dois doutoramentos Honoris Causa, para “homenagear duas figuras de elevado relevo científico e de administração universitária, de Moçambique e de Angola”, avança a UBI em comunicado.

O mais alto grau atribuído pela instituição contemplará Orlando António Quilambo, Reitor da Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique), e Orlando Manuel José Fernandes da Mata, Reitor da Universidade Mandume ya Ndemufayo (Angola).

A sessão do Dia da Universidade inicia-se com a intervenção do Reitor da UBI, Mário Raposo, e prossegue com o discurso do presidente da Associação Académica da Universidade da Beira Interior, Ricardo Nora. Do programa fazem ainda parte a Outorga de Cartas de Agregação; Imposição de Insígnias Doutorais; e Entrega de medalhas a docentes e funcionários que completaram 20 anos de serviço ou que se aposentaram até 30 de abril de 2022. Aos melhores estudantes do 1.º Ciclo/Mestrado Integrado que terminaram o curso em 2020/21 são entregues os prémios de mérito escolar. Após a outorga de insígnias o ato solene prossegue com o discurso de Hugo Carvalho, presidente do Conselho Geral da UBI, seguido da intervenção do membro do Governo.

Quanto aos homenageados a UBI justifica, em comunicado, que “o percurso profissional e académico de ambas as individualidades é revelador do trabalho desenvolvido em organizações científicas das suas áreas de formação, bem como de entidades nacionais e organizações internacionais, com destaque para a ligação ao Ensino Superior português”.

Comments are closed.